De momento, não existem programas em arquivo.

Ana Cristina Ribeiro processada por falsificação de documentos

 

O Ministério Público acusou a presidente da Câmara de Salvaterra de Magos, ex-vice-presidente César Peixe  e um chefe de divisão de falsificação de documento por ilegalidades na adjudicação direta de uma empreitada.

 

Contactada pela Lusa, a presidente, Ana Cristina Ribeiro disse não concordar com o teor da acusação e rejeitou que tivesse havido falsificação de documentos: «A obra está feita e não foi beliscado o interesse público nem o das populações, os quais defendemos. Estamos tranquilos e aguardamos serenamente o desenrolar do processo, mas entretanto iremos tomar uma posição pública».

Segundo o despacho de acusação do MP, a que a agência Lusa teve hoje acesso, a autarquia assinou um contrato de ajuste direto - de cerca de 124 mil euros - com a construtora que realizou a repavimentação de duas ruas da freguesia de Glória do Ribatejo e de um troço da estrada municipal 581, em abril de 2010, sete meses depois de a empreitada estar terminada.

 

A Rádio Marinhais tentou obter declarações de Ana Cristina Ribeiro mas tal não foi possível até ao momento.